Ana Beatriz Godói, Rainha da Bateria da Rosas de Ouro, se emociona na reestreia da escola durante ensaio técnico no Anhembi

“Voltar ao Anhembi é uma vitória da vida, da ciência e do esforço de todas as pessoas que se protegeram durante a pandemia do coronavírus”, diz Ana Beatriz Godói, rainha da Bateria com Indentidade da Sociedade Rosas de Ouro, sobre a volta dos ensaios técnicos e a proximidade dos desfiles de Carnaval, que acontecerão em abril. A escola trará o tema “Sanitatem”, que significa cura em latim e apresentará ao público os vários rituais para a saúde realizados pelas religiões e diferentes crenças.

No último domingo (13/03), a comunidade da Rosas de Ouro realizou o primeiro ensaio técnico e para homenagear esse momento tão especial, Ana Beatriz apostou em um look assinado por Ribas Azevedo que se inspirou nas palhas que cobrem o orixá Obaluaê, entidade que traz a cura nos rituais religiosos africanos. “Sempre optei por figurinos que representassem elementos do tema do enredo. Nesse primeiro ensaio não poderia ser diferente e, vestir as palhas encantadas do orixá, me deram proteção para entrar na Avenida”, conta a rainha.

O tom do vestido acompanhou a cor da palha aplicada desde os ombros e caída ao longo dos braços. Muito brilho, rendas e aplicações na transparência deram o ar de realeza a roupa que combinou com a coroa. A make marcante e suave foi da artista Karine Franson.

Tradicionalmente Ana e o mestre da bateria, Rafael Oliveira, cruzaram a faixa amarela juntos de mãos dadas e entraram com o pé direito para trazer sorte à escola. “Sonhamos muitas vezes com esse momento e agora pudemos revivê-lo. A sensação de ter a vida de volta nos dá coragem e reafirma nossa fé. Nossa vida e nossa saúde é o bem mais precioso que temos. Sentir alegria e comemorar a vida é como podemos agradecer esse presente divino”, diz Ana Beatriz.

Fonte: Lara Schulze / Assessoria de imprensa Rainha Ana Beatriz Godói

Ana Beatriz Godói - Foto: Leo Franco / Divulgação
Ana Beatriz Godói – Foto: Leo Franco / Divulgação