Ator de Pantanal amputa as duas pernas, descobre doença: “Desistiu de viver”

De acordo com amigos, Maurício do Valle desistiu de viver

Em poucos meses, “Pantanal”, da Rede Globo, tornou-se uma das novelas mais amadas do Brasil. Mas, a primeira versão da trama, exibida em 1990, pela extinta TV Manche, também foi um grande sucesso.

Em suma, a história escrita por Benedito Ruy Barbosa foi um dos maiores fenômenos e conquistou o público com os atores renomados.

Porém, dos atores e atrizes que atuaram na primeira versão de “Pantanal”, 20 deles já morreram.

Um dos artistas foi Maurício do Valle, que atuou como um caseiro de uma das fazendas de José Leôncio, personagem de Claudio Marzo.

Na época, o ator de “Pantanal” tinha 62 anos quando faleceu e contava com a simpatia de Benedito Ruy Barbosa.

No entanto, não foi apenas na trama que Maurício do Valle chamou a atenção nas telinhas.

Isso porque, o ator de “Pantanal” trabalhou em folhetins do autor, como “Meu Pedacinho de Chão”, exibida em 1990, e “Cabloca”, de 1979.

Maurício do Valle lidava com uma doença cruel: as diabetes. Desse modo, ele precisou amputar as duas pernas.

Após o triste episódio com sua saúde, o ator de “Pantanal” ficou impossibilitado de atuar e entrou em depressão.

De acordo com o site Terra, parentes e amigos de Maurício do Valle disseram que o ator “desistiu de viver” devido ao problema de saúde e a amputação das pernas.

Em 1994, o ator de “Pantanal” faleceu, mas deixou um enorme legado. Foram 40 anos dedicados à teledramaturgia e ao cinema.

Nas telinhas era comum ver Maurício do Valle interpretar vilões, personagens duros e fortes.

No cinema, atuou em filmes de sucesso no Brasil como Deus e o Diabo na Terra do Sol e Gabriela, Cravo e Canela.

Estrela de Pantanal amputa as duas pernas, descobre doença e tem morte confirmada: “Desistiu de viver” - Foto: Divulgação
Estrela de Pantanal amputa as duas pernas, descobre doença e tem morte confirmada: “Desistiu de viver” – Foto: Divulgação

Outras Mortes 

Além de Maurício, Cláudio Marzo deu vida a Zé Leôncio e o Velho do Rio na primeira versão de “Pantanal” faleceu em 2015 e Rômulo Arantes, o Levi, veio a óbito nos anos 2000.