Atrizes Angel Montteiro e Claudia Melo foram juradas do Concurso de Beleza da Penitenciária Talavera Bruce, RJ

As Atrizes estão gravando a série “Sobrevivendo no Inferno”, que trata sobre o cárcere feminino no Brasil

Nesta sexta-feira (07), aconteceu dentro da penitenciária feminina Talavera Bruce, em Bangú, zona oeste do Rio de Janeiro, o 16° Concurso de Beleza Miss Talavera Bruce. A disputa foi acirrada para eleger a mais bela detenta.

 Foto Esquerda para a direita: Angel, Rayssa de Castro, Aline Castro (esposa do Governador), Claudia Melo e A secretária da SEAP Maria Rosa Nebel
Foto Esquerda para a direita: Angel, Rayssa de Castro, Analine Castro (Primeira Dama do Rio de Janeiro), Claudia Melo e Maria Rosa Nebel (Secretária da SEAP)

Na ocasião, foram convidadas para fazerem parte do corpo de juradas, as atrizes da série “Sobrevivendo no Inferno” Angell Montteiro, a produtora Claudia Melo, e a diretora Rayssa de Castro que também é roteirista da produção. A película tratará do assunto sobre o cárcere feminino no Brasil.

 

Na trama, Angel Montteiro será a personagem Raquel Lima que é diretora de um presídio decadente e ao assumir o cargo, faz melhorias. Já a atriz Claudia Melo, será a protagonista Luana; uma advogada de classe média alta que comete um crime por justiça e vai parar atrás das grades. As filmagens estão em ritmos frenéticos de gravação num presídio desativado no Rio de Janeiro, desde Agosto deste ano.

 

Antes do início das gravações da série, Angel e Claudia Melo estiveram no local para fazer um laboratório e compor suas personagens. Agora, voltaram para apreciar o mais badalado Concurso de Beleza que a penitenciária Talavera Bruce já teve. “Estar num presídio feminino real, conversando com os policiais penais e algumas detentas, foi de extrema importância para compor a minha personagem diretora, que é inspirada na primeira secretária da SEAP Maria Rosa Lo Duca Nebel”. E agora retornamos ao Talavera com a responsabilidade de julgar a interna mais bonita do presídio. Esse concurso é de suma importância, pois ele tem o objetivo da ressocialização e resgatar a autoestima dessas mulheres. Eu me sinto muito honrada em estar aqui”, relatou Angel.

 

Claudia Melo, também jurada do Concurso, contou-nos um pouco sobre a série e a personagem dela. “Viver a Luana é muito prazeroso, porém intenso. A personagem mostrará toda a sua força ao longo da trama. Estamos retratando o cárcere feminino no Brasil pela primeira vez através de “Sobrevivendo no Inferno” é uma série que tem 90% de mulheres trabalhando, seja no roteiro, na direção, na produção e no elenco. Hoje, graças a Deus, estamos com uma mulher à frente da SEAP, a secretária Maria Rosa Lo Duca Nebel, com a força que ela tem, está trazendo esse trabalho social e humanitário para dentro dos presídios.”, afirmou Cláudia.

A previsão de estreia da série é em meados de 2023.