Connect with us

Colunistas

Conheça Igor Cartiê, uma das maiores apostas do cenário digital em 2023

Publicado a

em

O mercado digital tem se expandido cada vez mais, principalmente com o crescente número de influenciadores digitais. Os criadores de conteúdo no Brasil têm recebido cada vez mais visibilidade, com mais de 500 mil influencers no país, segundo um estudo da multinacional Nielsen. 

 

Um desses nomes que tem se expandido no meio é do influencer e jornalista Igor Cartiê, 27 anos, natural de Itajuípe, embaixador do Prêmio Jovem Brasileiro. Ele é um dos novos nomes do mercado digital que está  ganhando destaque nas redes sociais usando como seu principal meio de influência, a rede social Twitter, onde faz coberturas de realities shows, além de emitir opiniões sobre televisão.  

 

Considerado revelação no meio da comunicação no sul da Bahia, o jornalista é um dos mais influentes na plataforma, segundo lista do Brazil Charlab. Seguido por grandes nomes da internet como Felipe Neto, Gkay e o ex-bbb Gil do Vigor,  Igor conta que ser influenciador é dar voz aos seus conterrâneos do sul da Bahia.

 

“Ser seguido por grandes nomes na internet atualmente é um privilégio e uma responsabilidade enorme, além de ser uma oportunidade de trazer eles para nossa realidade, nós do sul da Bahia merecemos visibilidade. Existimos!”, comenta.

 

O baiano que foi acometido com Transtorno Dismórfico Corporal (TDC) na adolescência por conta do excesso de um remédio que o levou à depressão, desde então atua nas redes sociais debatendo sobre o racismo e saúde mental, tendo como inspiração Lázaro Ramos e Viola Davis.

 

“Eu cresci com a imagem distorcida sobre o que era legal, não tinha gente preta fazendo o que gosto. Depois que me reconheci como homem preto e nordestino, tudo mudou. Viola Davis, Lázaro Ramos, Felipe Neto e Gilberto Gil são minhas inspirações da vida, é muito importante ter referências que a gente possa se reconhecer como ser humano, não sou apenas fã”, afirma.

 

Igor que trabalhou numa mortuária vendendo caixão,  revelou que decidiu sair do trabalho para cursar Jornalismo por conta do ambiente ter causado ansiedade. “Saí do trabalho, porque era muito pesado, entrava 7 horas da manhã e saia 18 da noite, não era um ambiente leve, começou a me dar ansiedade, então decidi fazer um cursinho pré-vestibular e escolhi jornalismo. Era apaixonado pelas revistas da Capricho  e a partir daí o desejo veio de estar no lugar daqueles jornalistas entrevistando as pessoas que gostava na época”.

 

Com sucesso nas redes sociais, Igor acumula grandes números na rede social Twitter, alcançando a marca de 3 milhões de visualizações na plataforma. Para o futuro, ele almeja a Globo. “Impossível não querer estar na TV, a gente almeja voos altos. Globo seria uma realização pessoal”, finaliza.

 

Assessoria: Andrezza Barros

Continue Lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas

© Todos os direitos reservados