No camarote Brahma a empresária Adriana Trebbi curte carnaval após desfile do Anhembi pela Vai-Vai

Des-lum-bran-te!  Assim podemos definir Adriana Trebbi, empresária paulistana e foliã apaixonada pela escola de samba Vai-Vai, que estava com o coração acelerado, na noite do último sábado de carnaval, quando chegou no Sambódromo do Anhembi, situado na zona norte de capital paulistana.

A Saracura, apelido carinhoso da agremiação do bairro da Bela Vista, levou a passarela do samba o enredo de título ‘Sankofá‘, que foi desenvolvido pelo carnavalesco Chico Spinoza, e foi a primeira a desfilar na segunda noite do grupo especial paulistano, onde Adriana era uma das destaques na segunda alegoria da escola, que representava “O Apogeu do Reino das Artes”.

Adriana Trebbi - Foto: Divulgação
Adriana Trebbi – Foto: Divulgação

Sua fantasia era um luxo só e ofuscava a distância… Não dava para saber quem brilhava mais: Adriana ou a fantasia, que era toda trabalhada com cristais swarovski, muitos faisões e toda banhada a ouro.

E por falar na fantasia da musa, ela simbolizava nada mais, nada menos que o peso em ouro. O reflexo do povo Axante que a tudo pagava com o peso em Ouro.

Após o desfile, Adriana Trebbi foi terminar de curtir a noite ao lado de amigos no Camarote Brahma, um dos espaços mais concorridos do sambódromo, que reunia diversas celebridades e personalidades paulistanas.

Empresária Adriana Trebbi com amigos no camarote Brahma - Fotos: Acervo Pessoal
Empresária Adriana Trebbi com amigos no camarote Brahma – Fotos: Acervo Pessoal
Adriana Trebbi - Crédito da Foto: Renato Cipriano / Divulgação
Adriana Trebbi – Crédito da Foto: Renato Cipriano / Divulgação
Adriana Trebbi - Crédito da Foto: Renato Cipriano / Divulgação
Adriana Trebbi – Crédito da Foto: Renato Cipriano / Divulgação
Adriana Trebbi - Crédito da Foto: Renato Cipriano / Divulgação
Adriana Trebbi – Crédito da Foto: Renato Cipriano / Divulgação
Adriana Trebbi - Crédito da Foto: Renato Cipriano / Divulgação
Adriana Trebbi na alegoria do Vai-Vai – Crédito da Foto: Renato Cipriano / Divulgação