Connect with us

Colunistas

Raul Gazolla diz que série da HBO matou Guilherme de Pádua.

Publicado a

em

Nesta semana, Raul Gazolla foi o convidado do podcast “Cara a Tapa” e abordou a morte de Guilherme de Pádua. Gazolla era casado com Daniella Perez, que foi assassinada por Guilherme com mais de 18 punhaladas, na década de 90. Segundo o ator, a série “Pacto Brutal – O assassinato de Daniella Perez“, da HBO Max, pressionou os assassinos e contribuiu para o falecimento de Pádua.

“Para mim, a coisa mais importante que teve na série foi a pressão que ela deu nos assassinos. Isso foi maravilhoso. Porque aquele assassino, psicopata, egocentrado da p*rra, começou a gritar para os quatro cantos: ‘Não me entrevistaram’. Meu irmão, você teve 29 anos para contar todas as mentiras que você quis contar, ainda queria falar na série?”, disparou Raul.

Na época do crime, Pádua e Daniella estavam em ascensão na carreira como o casal Bira e Yasmin, em de “De Corpo e Alma”, sucesso da TV Globo. Guilherme foi vítima de um infarto fulminante, em novembro passado. “O cara era pastor numa igreja que acreditava que ele se arrependeu, então Deus perdoa… Aí os fiéis viram a série e falaram: ‘Espera aí, não é bem assim!’ E a série matou esse filho da p*ta!”, continuou o ator.

Raul Gazolla comenta morte de Guilherme de Pádua: 'Acertar as contas com quem for' - Foto: Divulgação

Raul Gazolla comenta morte de Guilherme de Pádua: ‘Acertar as contas com quem for’ – Foto: Divulgação

Gazolla também contou que buscou ajuda terapêutica para superar a perda trágica da esposa e não conseguiu perdoar os culpados que, segundo ele, nunca demonstraram arrependimento: “Algumas pessoas mais evoluídas espiritualmente do que eu falavam assim: ‘Gazolla, você tem que perdoar. Se você perdoar, você vai ficar melhor’. Eu perdoo qualquer coisa em qualquer pessoa que tenha se arrependido. Mas, em todas as entrevistas que esse assassino deu, ele disse sempre, de nariz em pé: ‘Aconteceu o que tinha acontecer’. Nunca se arrependeu, nunca mostrou arrependimento”.

Continua depois da Publicidade

Raul também mencionou um vídeo gravado por Guilherme se desculpando pelo crime. O ator, no entanto, afirmou que o vídeo não foi sincero e motivado apenas pelo pedido de terceiros. “Os fiéis botaram pressão nele e ele fez um vídeo. Não vi o vídeo, mas as pessoas que viram [contaram que Pádua] estava dizendo assim: ‘Os fiéis da minha igreja disseram que eu tinha que fazer um vídeo’. Tá de sacanagem, irmão?! Até o vídeo de pedir desculpas não foi por livre e espontânea vontade! Foi por pressão dos fiéis!”, desabafou.

Continue Lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas

© Todos os direitos reservados