Ator da Globo demite-se após denúncias sobre “funcionários fantasmas” na Prefeitura do Rio

O ator Marcelo Serrado pediu a exoneração do cargo de diretor artístico do Cidade das Artes, no Rio. Seu afastamento ocorreu uma semana após a publicação de uma reportagem na BandNews que denunciava a existência de um grupo de funcionários fantasmas no complexo cultural e foi publicado no Diário Oficial do Município, na última terça-feira (13).

Serrado ocupava o cargo há um ano e nove meses e, segundo apuração da Folha, recebia um salário mensal de cerca de R$ 8.000. O artista atuava como gestor do complexo quando o atual quadro do governo municipal tomou posse no Rio.

Marcelo Serrado. Foto: Divulgação
Marcelo Serrado. Foto: Divulgação

Em entrevista a Folha, ele diz que decidiu se afastar do cargo por não estar conseguindo conciliar com sua agenda na TV, e afirma que desde o início havia acertado que iria trabalhar “uma ou duas vezes por semana”. O ator atualmente é o protagonista da novela “Cara e Coragem”, da Globo, ao lado de Paolla Oliveira.