Claudia Leitte é processada por músico

O percussionista Durval Benicio da Luz pede uma indenização de R$ 2,3 milhões

A cantora Claudia Leitte está sendo processada por um ex-funcionário que trabalhou com ela durante 22 anos. O percussionista Durval Benicio da Luz Filho pede uma indenização R$ 2,3 milhões na Justiça.

Ele alega que sofreu assédio moral e não teve os seus direitos trabalhistas respeitados. O profissional relatou que desenvolveu surdez nos palcos, colocou a família em risco ao pegar Covid-19 em um dos shows, e passou a ser excluído de apresentações sem aviso prévio. Durval também acusa Luciano Pinto, produtor musical de Claudia, de ofendê-lo.